terça-feira, 9 de maio de 2017

VENÂNCIO FERNANDES: “O meu projecto vai mais além destas eleições”

VENANCIO

Venâncio Fernandes é o candidato do PSD à Câmara de Paredes de Coura. O empresário diz que ainda não tem equipa formada, mas está no terreno e conta com os históricos do partido para o ajudarem nesta caminhada que termina no dia 1 de Outubro. Ou que continuará mais além…

Depois de ter integrado o grupo municipal do PSD na Assembleia Municipal de Paredes de Coura, no mandato 2005/2009, eis que Venâncio Fernandes, empresário ligado ao sector imobiliário, aparece novamente nas hostes social-democratas, desta feita como o candidato indigitado para concorrer à presidência da autarquia courense. “Não posso considerar como um regresso ao PSD”, esclarece Venâncio Fernandes, explicando que nunca foi militante daquele partido, apenas simpatizante. “Da minha parte não houve uma saída. O Décio convidou-me para a Assembleia Municipal em 2005, eu não estava lá para defender os interesses do partido mas sim os interesses do concelho, depois em 2009 entendi que não devia continuar”, explica.

Apesar de tudo, a sua escolha para liderar a lista laranja surgiu com surpresa. Para mais quando Venâncio Fernandes tinha optado, entretanto, por um outro caminho partidário, ao lado do Partido Democrático Republicano, de Marinho Pinto, onde tem feito militância activa. Agora, suspendeu a sua filiação no PDR para poder liderar o projecto social-democrata em Paredes de Coura, explicando, contudo, que se não tivesse surgido o convite para encabeçar a lista do PSD, muito possivelmente iria aparecer noutra lista candidata, suportada pelo PDR.

Um convite que, esclarece, “surgiu da estrutura do PSD em Paredes de Coura”, acrescentando que se trata dum processo que já tem algum tempo. “Tanto quanto sei, a aprovação foi feita por unanimidade”, refere Venâncio Fernandes, contrariando as versões que davam conta de divisões no seio do partido, e comentando logo a seguir que, no entanto, para ele, é irrelevante que assim tenha sido.

“Acho que o PSD courense, ao tomar esta decisão (de convidar um não militante), teve uma atitude de valor, de despreendimento do lugar, o que não é muito comum”, refere o agora candidato social-democrata, desvalorizando os rumores que davam como difícil o surgimento de um candidato dentro do partido. “Haveria sempre alguém no PSD disponível para este lugar”, acrescenta.

“Estar fora pode ser vantajoso”

Também não se livra das críticas dos que dizem que, por residir fora do concelho, não estará tão bem preparado para a corrida eleitoral. Sem referir o caso de José Augusto Caldas, que em 2009 também liderou a lista social-democrata sem residir em Paredes de Coura, Venâncio Fernandes lembra que é natural do concelho, que aqui viveu durante muito tempo e que aqui trabalhou e que continua a acompanhar a realidade courense. “Tenho toda a legitimidade para ser candidato”, acrescenta, recordando que a sua vida profissional continua a passarter ligações a por Paredes de Coura. E, além disso, complementa, “estar fora pode ser vantajoso. Vemos as coisas de forma diferente”.

Para já ainda não tem equipa definida. Mas está no terreno e quer avançar a toda a força, de modo a ter as listas prontas antes do final de Junho, prazo que estipulou a si mesmo como o necessário para trabalhar em condições. Mas, apesar de não ter nomes definidos, tem uma ideia: mobilizar todos os candidatos do PSD que estiveram nas últimas eleições autárquicas, tanto os que venceram como os que saíram derrotados. “Não sei se vão aceitar ou não”, refere, e, querendo ignorar as recentes queixas de alguns presidentes de junta social-democratas, diz mesmo que “a mim ainda não nenhum disse que não”.

Perspectivam-se por isso, dois meses de muito trabalho, o que não diminui o entusiasmo do candidato. “Nas causas em que me meto sei que é sempre necessário trabalho”, diz Venâncio Fernandes, considerando que “quem está no poder tem sempre mais facilidade”. É certo que vai trabalhar em conjunto com a concelhia, na captação de candidatos e na campanha, mas acrescenta que conta “com todos os elementos da família PSD”, inclusivamente com aqueles que, nos últimos tempos, têm tecido algumas críticas ao modo de funcionamento do partido.

“Não sei se vou unificar o PSD, vamos ver. Neste momento a minha preocupação é a candidatura, face à exigência temporal”, refere o candidato social-democrata. Mas, adianta, “o meu projecto vai mais além destas eleições”. Explicando que “vamos ter que seguir um caminho novo”, Venâncio Fernandes adianta, ainda, que quer “valorizar os militantes e as pessoas que têm dado a cara pelo PSD”.

Mudar mentalidades

Não querendo avançar, para já, com ideias concretas sobre o seu projecto para o concelho, até porque defende que este terá de ter a intervenção e a contribuição dos que o acompanharem na corrida eleitoral, não hesita em apontar a falta de gente como o principal problema do concelho e, nesse sentido, a sua principal preocupação. “Mas não é um problema fácil de resolver”, esclarece, referindo que terá de ser a base de qualquer projecto de desenvolvimento. Além disso, acrescenta, “temos também um problema de mentalidades, que é preciso mudar”. “As pessoas têm de estar mais abertas à realidade e por isso vamos tentar que as pessoas olhem para as coisas de forma diferente”, sublinha o candidato social-democrata.

Sobre o actual executivo camarário, nomeadamente sobre o desempenho do seu adversário socialista, Venâncio Fernandes considera que se trata de “continuidade com alguma inovação”. “Não podemos esquecer que o actual presidente é um defensor acérrimo das políticas anteriores”, conclui o cabeça de lista do PSD.

40 comentários:

  1. Este Senhor, ainda não percebeu que só é candidato porque mais ninguém quiz ser. E porquê? Porque vai ser uma "goleada" de meter medo. Mas também não interessa, já que ao fim lá vai dormir a Ponte de Lima descansadinho da vida.Tenho pena do PSD de alguns amigos que tenho no PSD. Eu voto Vitor Paulo porque acredito no projecto dele.

    ResponderEliminar
  2. Mais valia o Mandinho de Linhares/Cossourado. Este pelo menos ainda dava uns franguitos à malta! E fazia ali umas estufas nos terrenos do Museu.

    ResponderEliminar
  3. A mim tanto me faz se é um ou outro. Aquele que me apresentar um programa mais convincente contra o abandono e a desertificação do concelho será aquele em quem votarei. seja PS, PSD ou PCP. Atenção que quando falo em desertificação, falo mais concretamente nas freguesias que se encontram num estado completamente alarmante em que não se vê uma viva alma. Se não veem ou não querem ver, então votarei de acordo com isso, porque se estão à espera de ter um concelho povoado apenas com a vila e mais três freguesias desenganem-se. Há coisas que podem ser feitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito bonito falar de fora mas sugerir medidas concretas .... tá quieto!!

      Eliminar
    2. Este senhor Fernandes Venâncio não pertencia ao partido do Marinho Pinto que tinha nas suas estruturas os tais assassinos de empreiteiro de Braga,advogados,empreiteiros e até bruxos??! Que mataram o jovem empreiteiro raptado no seu carro em frente da sua filha tendo esta fugido a pedir socorro, mais, depois de morto ainda o queimaram com ácidos. Mas mesmo assim este senhor disse que apenas suspende a sua acção política do mesmo partido PRD?!Será?. Pessoas como o tal advogado Marinho Pinto que vinha para as televisões criticar os altos vencimentos dos deputados europeus auferidos pelos mesmos sem grande trabalho em prol do maís, que representavam e agora, acomoda-se a "mamar na cabritinha" como todos os outros! Falta de coerência e seriedade... Senhor Venâncio em nada o prestigia a passagem ou mesmo sua manutenção nesse partido,agora concorrer pelo PSD é demais!!!

      Eliminar
    3. Amigo o partido a que se refere não é o PRD mas sim o PPR, o candidato Fernandes pouco ou nada tem a ver com outros militantes que são muito indignos de estarem nos partido e neste caso na sociedade.

      Eliminar
  4. Candidato já tem e lista???? Que será que vai apresentar alguma???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lista vai ter... Mas vai ser de meter medo!

      Eliminar
    2. Lista:
      1°- Venâncio Fernandes
      2° - Zé da Eira
      3° - Amandio Amândio Meireles Pinto
      4° - Paula Caldas
      5° - Helena Ramos
      6° - Vitor Carvalho
      7° - A esposa do Venancio.
      8° - o lido
      9° - o Gil
      10° - Tiro liro

      ......

      Eliminar
    3. Engana-se caro amigo. Sei de fonte segura que o Lido declinou o convite.

      Eliminar
    4. Caro amigo, a noticia de última hora é que vem o Arlindo da América para fazer parte da equipa. O Arlindo era do PCP mas não recusou este convite, embora tenha sido muito difícil aceitar este desafio, claro! um quadro deste calibre politico, não se arranja todos os dias. Boa Venâncio! Consegues meter uma lança em África...

      Eliminar
    5. Obra do Venâncio ou do Malheiro?
      Parece que o dito Malheiro lhe pôs uns patins!...

      Eliminar
    6. Deu-lhe uns patins e também deu corda aos mesmos... Abre que se faz tarde.O Trump não gosta de comunistas.

      Eliminar
  5. Anda tudo muito calado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está toda a gente a promover os empresários courenses em França-Cenon.

      Eliminar
    2. O Carioca deve regressar hoje, calma.

      Eliminar
    3. Isto de passear á custa de todos quer para América. França Canadá e outros países até metem nojo, disfarçad0os em pedintes profissionais lá andam eles de um lado para o outro em vez de trabalharem para justificarem o dinheiro que auferem...Parasitas da sociedade em que estão inseridos. Ganhem o mínimo de vergonha!!!...

      Eliminar
    4. Desculpe mas, eles foram pedir mesmo o quê a Cenon?

      Eliminar
    5. Sois tão burrinhos pá! Então Cenon não tem dado muito a Coura?É só olhar para os carros de bombeiros! Vocês sabem o que é uma geminação cambada de burros? E perguntem aos que lá vão à feira se não têm feito bons negócios?Parolos....

      Eliminar
    6. Abstraindo usar adjetivos um pouco mal educados, pergunto eu, já leu mesmo com olhos de ver e presenciou ao longo destes últimos anos a pedinchice para os bombeiros, dadores de sangue e sei lá mais par quê?. Claro que nestes peditórios vão sempre na comitiva os tais oportunistas e comilões do costume, quanto a Cenon quero lhe dizer que resultados palpáveis teve Coura com essa geminação, diga quais os negócios que floresceram em Coura com essas visitas?!Fala nas viaturas usadas que França não usa e que substituíram nessas corporações de bombeiros? Então mandam para cá essa sucata para que os pobrezinhos fiquem radiantes de alegria! Isto para não falar na estafada marca biscoitos de milho de Coura ou Cerveira?Que grande DESENVOLVIMENTO PARACOURA....

      Eliminar
  6. O Arrrlindo vai para acessssoorrr do Trump...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há mais qualidades morais e de inteligência do Arlindo do que muitos que o criticam....

      Eliminar
  7. Afinal isto está a aquecer....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Intelectual da Leira de Cima23 de maio de 2017 às 09:35

      Diz que sim. Até dão 36 graus para quarta feira.
      Amigo só se estiver a falar da meteorologia certo? É que pelas eleições já está visto.

      Eliminar
    2. Intelectual da Leira de Cima24 de maio de 2017 às 16:57

      Estamos a caminho de uma autêntica Pax Colibrianna.

      Eliminar
  8. Já repararam no aliciamento descarado que foi feito aos presidentes de junta do PPS lá de baixo? Uma vergonha o que se está a passar em Rubiães e São Martinho de Coura, obras por todos os lados só porque viraram a casaca, entretanto nas outras freguesias, nomeadamente as da parte alta do concelho diz-se que não há dinheiro para nada. Parece-me justo, Vascões, Parada, Modelos, Bico Cristelo, Castanheira, Insalde é por aí adiante? Uma vergonha em 2017 ainda haver atitudes destas só porque uns tem duas camisas e os outros tiveram sempre só uma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh colega, está com dor de côto ou só quer meter veneno mesmo? Deve ser a segunda. Porque é que não fala dos anos e anos a fio em que as freguesias de baixo (até na designação o seu comentário é depreciativo) foram completamente esquecidas como se aquela parte do concelho não existisse. Caso se esquecesse, o concelho nuca passou de formariz para baixo. É que aqui também é concelho sabia mas ao contrário de muitos, aqui não há fábricas, não há praias fluviais, não há centros interpretativos de m***a nenhuma, não há casas dedicadas a escritores, embora aquela que devia ser um dos símbolos do concelho, a Casa Grande de Romarigães, esteja no estado em que está, não temos parques de lazer. As "de cima" já mamaram muito, demasiado até. Largue o teto e deixe os outros mamarem um bocado que ainda estão bem magros. Vá a Romarigães e confirme o que lhe digo, veja o que significa no terreno a expressão "terra de ninguém". Já vi que do concelho conhece pouco e apenas gosta de mandar a paulada em época de eleições. É que "os de baixo" têm castros celtas, a casa de um dos maiores escritores da história de Portugal, a maior casa brasonada do concelho em Agualonga, entre outros. A Casa Grande de Romarigães se estivesse aí em cima já estava como nova!!!! Ou tem dúvidas disso? O espólio que está na biblioteca municipal era na Casa Grande que devia estar e ser visitado em Romarigães! Veja o impacto que uma simples aposta nos caminhos de Santiago teve em Rubiães. Caso não saiba por aqui passam milhares, sim MILHARES, não leu mal, de peregrinos. Num dia sem chuva passa mais gente aqui do que na rua Miguel Dantas sabia? Por isso meu caro, a camisa que foi virada, é uma camisa de pobre e toda rota. Você fala em obras por todo o lado: onde é que estão elas? Se elas vierem ou o senhor sabe alguma coisa que eu não sei, pois são bem-vindas. A isso chama-se política e o PS está apenas a ser inteligente porque quer ganhar. Azar do PPD, não PPS como escreveu, que nunca soube ganhar e ser poder. Umas coisa é certa: se o PS ganhar nessas freguesias que você fala e não fizer obra, perde as próximas eleições enquanto o diabo esfrega o olho. Por isso meu caro, continuem lá com o casaco vestido, porque o vosso casaco é de veludo, o nosso é de pobre e está todo roto. Espero que ainda vá a tempo de ser remendado.

      Eliminar
    2. Doeu-se? É de São Martinho ou de Rubiães? Olhe para o seu umbigo mas por favor não meta Romarigaes nem Agualonga ao barulho, essas que realmente são das mais desfavorecidas não foram contempladas pelo Euromilhões da roupa nova, esses não viraram a casaca. E olhe meu amigo, o sr ou sra conhece Insalde, Parada...? Muitas carências meu amigo, Castanheira meu amigo, Castanheira precisava da capela mortuária que vocês têm e até justificava mais. Sim, Romarigaes precisa e cá em cima precisa, mas como? Se a transferência do madeireiro e do da farmácia levou o orçamento todo? Tenham vergonha!

      Eliminar
    3. Não diga "cá de cima" porque toda a gente sabe que você não é "cá de cima".É da parte de baixo e bem de baixo. Aprecio bastante mais a forma mais polida com que escreve no Notícias de Coura. Então agora já é defensor das capelas mortuárias?

      Eliminar
  9. Sou de onde o senhor quiser, tenha a certeza de uma coisa é que mesmo não tendo nascido em Coura me sinto tão courense como o senhor. Já escrevi no jornal pois claro, até números de telefone, quando era mais pequeno até nas portas dos sanitários públicos escrevi. Como me confunde, sempre fui a favor das casas mortuárias e em favor delas me manifestei, acho mesmo que serão prioritárias, um dia se quiser passa cá por cima-sim cá por cima-e eu explico-lhe porquê

    ResponderEliminar
  10. Com este candidatozinho vai ser PS-4....PSD-1,mas devia ser 5-o só pelos PSDs de Coura se terem recusado ir a votos! Então na última escolha, foram buscar este pirilampo aos Arcos de Valdevez. Vergonhoso.

    ResponderEliminar
  11. Pode ser que este ponha o princepesinho acordar a tempo e horas e a ir direto para a Câmara, ao invés de ir para a pastelaria a esfregar os óculos.

    ResponderEliminar
  12. Pode ser que este ponha o princepesinho acordar a tempo e horas e a ir direto para a Câmara, ao invés de ir para a pastelaria a esfregar os óculos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse??? Espere sentado. Mais depressa a vila enchia de gente do que esse chegar a horas.

      Eliminar
  13. Na câmara pelo vistos a antiguidade ainda é um posto... á que acabar com esses vícios e pô-los a trabalhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cambada de inuteis

      Eliminar
    2. Os velhos a trabalhar deixa me rir eles tem os escravos uma vergonha

      Eliminar

Os comentários no blogue são da responsabilidade de quem os faz. Todos os comentários serão alvo de moderação e só serão publicados após autorização do autor do post em questão. Não serão tolerados insultos de qualquer espécie.